Embolização de Próstata

A hiperplasia benigna da próstata é um aumento da próstata de forma benigna podendo causar sintomas de obstrução urinária. Essa obstrução ocorre ao nível da uretra prostática e é acompanhada de relaxamento inadequado do colo vesical.

A hiperplasia de próstata é uma patologia benigna presente em homens acima de 40 anos, mais especificamente, 50% dos homens acima de 60 anos e 90% entre 70 e 90 anos apresentam esta doença.

Os sintomas leves e moderados são normalmente tratados clinicamente com medicamentos. Quando o tratamento clínico falha ou o paciente tem efeitos colaterais intoleráveis ou existe contra-indicação ao uso desses medicamentos, e em caso de sintomas severos é indicado um procedimento intervencionista.

prostata Embolização de Próstata

O procedimento é realizado com anestesia local, em uma sala de cateterismo. O cateter é introduzido pela artéria femoral, na virilha, e as artérias da próstata são cateterizadas e embolizadas, ou seja, o fluxo sanguíneo da próstata é diminuído. Dessa forma a próstata regride o seu volume em 25-40%, sendo suficiente para melhorar os sintomas urinários.

O paciente é sondado somente por 24 horas e não há necessidade de irrigação, pois não apresenta sangramento. A dor é mínima nas primeiras 24 horas. Paciente recebe alta em 1 dia. A resposta da involução da próstata é observada de 30 dias a 3  meses. O controle pré-operatório e pós-operatório é feito com ressonância magnética. Até o momento nenhuma complicação foi relatada na literatura médica em relação à função sexual.