Inverno e problemas circulatórios

Com a chegada do inverno, os sintomas das doenças circulatórias se intensificam. Os idosos são os que mais sofrem. Os casos de infartos e acidentes vasculares cerebrais, os AVCs, relacionados aos problemas de circulação, também aumentam.

Os diabéticos sofrem com o agravamento da falta de sensibilidade nas extremidades do corpo, especialmente pés e mãos. O frio faz com que as artérias sofram contração e isto prejudica a circulação.

O primeiro conselho é que as pessoas que já sofrem com problemas arteriais evitem a exposição a baixas temperaturas e que se protejam com roupas quentes. O frio contribui com a vasoconstrição, que é a diminuição do diâmetro do vaso sanguíneo, que prejudica a circulação. O aumento do número de infecções respiratórias sobrecarrega o sistema cardiovascular, o que gera aumento do risco de infarto agudo do miocárdio e de acidentes vasculares cerebrais.

O importante é que em qualquer uma destas situações, associadas ao tempo frio, a pessoa procure um angiologista ou cirurgião vascular, que é o profissional mais adequado para identificar os problemas e o melhor tratament

Fonte: GauchaZh